BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

sexta-feira, 29 de abril de 2016

COIMBRA DOS ENCANTOS

Penedo da Saudade


Coimbra dos encantos

Cidade de prazeres
Qual dos teus recantos
Traz mais saberes?




Segredos sem fim
Histórias de encantar
Do Penedo ao Jardim
Muito há de ti p’ra amar!




Quem te quiser pertencer
Terá que se entregar
Quem te quiser conhecer
De perto tem de te contemplar!



Quem te quiser abraçar

E percorrer ao pormenor
Terá que o rio escutar
E gritar bem alto o seu amor!



Coimbra és liberdade

És festa e arte em teu redor 
Teu leito deixa saudade
Quem por ti passa, dá sempre valor!



Coimbra dos estudantes

Das lágrimas à tradição
Da loucura aos amantes
Da memória ao coração!




(23.04.16)

sexta-feira, 15 de abril de 2016

A MEMÓRIA DOS LUGARES





Há na memória dos lugares
A identidade condensada
No olhar das imagens
A mística de pertencer
Ao que se contempla
O segredo de habitar
A intimidade da paisagem.



Há na memória dos lugares
Um vínculo afetivo
- Indestrutível -
Que nos (e)leva e transporta
Para uma viagem aos recônditos de nós
O espaço entre o vácuo e o excesso
A transgressão do “eu”
Na multiplicidade das sensações.



Há na memória dos lugares
O sussurro eloquente dos rios
As melodias intermináveis da brisa
Envolvendo os cabelos
A fala intermitente dos abraços
A matéria evidente dos corpos
O tempo do (re)encontro
A vertigem entre tudo e nada
A acontecer.



Há na memória dos lugares
Vida
Preenchida
E por preencher.



11.03.16
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...