BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

sexta-feira, 25 de março de 2016

RUÍNAS





Se a penumbra é rainha
Das minhas noites
Os teus traços são diamantes
Lapidados na bainha 
Do meu vestido



As ruínas destroçaram-me
Batendo lentamente sobre o solo
Os teus lábios chovem-me
Ao canto da boca, as palavras engulo



O silêncio é dominante
Nas nossas conversas 
Só o rio sabe dos meus lamentos
Só os teus olhos aquecem
As minhas mãos, por momentos


Não há indícios de perdão


Nos beijos
Que me não deste
Nas cartas
Que me não leste



O amor é transitório
Ainda que a eternidade
Clame pelos teus (a)braços.





21.02.16

sexta-feira, 11 de março de 2016

OS GESTOS QUE NOS DEFINEM ALÉM DAS PALAVRAS DO AMOR





Vem 
de súbito
o aperto no peito
o arrepio na pele
o suor dos dedos
o cálido efeito
banhado de mel
que leva os medos




Vem 
de mansinho
o sussurro ao ouvido
a brisa envolvente
o olhar embevecido
no seio da paixão ardente
pendurada no sorriso rendido



Vem
ao de leve
afagar os meus cabelos
presentear-me com beijos
enriquecer-me com abraços
abrilhantar meus ensejos
conhecer os meus passos



Vem
de súbito
de mansinho
ao de leve
aninhar-te no meu colo
beber todo o meu calor




Vem 

- comigo -
descobrir-me
dedilhar os gestos
que nos definem
além das palavras 
do Amor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...