BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

FILHO-DA-TERRA (FLOR DO SOL) (*)






Quando cultivo

A terra dos meus sonhos
Fertilizo os campos
Com o verde dos teus olhos
Adocicadas colheitas
Bagos de uva outonais
A brotar pelo teu sorriso

Raiz dos meus desejos
Ver-te crescer…


De estação em estação
- Faça chuva ou vento -
A tua força de viver
Supera qualquer contratempo
A alegria que me contagia
Pula do algodão do teu peito
Seara que cuido e acaricio 
Len-ta-men-te
Para te sentir
De perto
Para te ouvir
Os gestos…



Demoro-me no teu silêncio
Por te querer
Desvendar o pensamento
Por te saber
Sonhador a cada momento.

Cultivar-te
É perceber que todos os dias
As minhas mãos
- Pétala a pétala – 
Dedilham solo fértil
Entre carícias e ensinamentos
No jardim dos descobrimentos
Em que te entreabres
Sem medo.


Filho-da-Terra 
Bênção que o céu me deu
Minha Flor do Sol.





 (*) Poema a concurso no XX Concurso de Poesia da APPACDM de Setúbal 
(Novembro 2015)


Pseudónimo: Força da Natureza
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...