BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

GOMOS DE TERNURA - POEMA PREMIADO COM MENÇÃO HONROSA NO XVIII CONCURSO DE POESIA DA APPACDM DE SETÚBAL




Desabotoo-te gestos
Que dedilhas sem pressa 

No oceano de todas as quimeras

Aperfeiçoas ténues riquezas
Cálidos gomos de ternura
Sorrisos (des)apertados
Cedidos de olhares prenhes
Forrados em talha dourada
No berço onde te aninhas
Desliza o silêncio incorporado de sons 
No leito acetinado das tuas asas 
Polvilhas tua fábula de mil encantos
Regas-te com o perfume salpicado
E inebriante das rosas brancas
E entregas-te sem pudor
Às hábeis mãos 
Que se estendem à tua volta.






Pseudónimo: Âncora
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...