BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

ACASOS - DUETO TERESA TEIXEIRA E JESSICA NEVES




Todas as manhãs são inocentes
Enquanto as gaivotas não temerem
O fio cortante dos ocasos.

Todos os meninos são acasos
Enquanto na vida lhes fizerem
Sentir que são culpas de sementes.

Todas as flores serão carentes
Enquanto os homens não entenderem
A inocência vã do seu perfume.

Todos os rostos são (de) lume
Enquanto os traços se perderem
No fogo dos indiferentes.


Todos os caminhos serão estéreis
Se não partir do tronco frágil
O ramo onde pousarão os pássaros.



Todos os animais serão ácaros
Enquanto saírem do covil
Com ilustre barriga de reis.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...