BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

QUIMERA


















É o mapa amolgado do tempo
Que me rouba o céu
E o algodão doce dos sonhos…

É vago todo o olhar
Gotejando amargamente
No berço de um sorriso fraco
Num desejo que podia ser presente
E é só passado…

Tragam o verde dos campos
E pendurem o sol nos meus olhos
A promessa que deixo
Veste-se de eternas tentativas
Ainda que o vento sopre
Contra os meus pés…

As minhas mãos são o caminho
Cimentado de versos d’esperança
Quiçá um dia
A passadeira vermelha do céu se estenda
E os sonhos estejam à curta distância
Da palma da mão revestida de estrelas…

Talvez haja um sorriso
Empoleirado num poema
Ainda por desvendar…

Talvez o destino
Faça de mim só promessa
E eu seja apenas quimera
Para sempre…

Talvez!…

20-04-13
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...