BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

ESCRAVA








É uma gota (pro)funda e interna
Que jorra pelo meu coração
Velha e imunda caverna
Palpitando sem compaixão…


É um todo que nada lava

Que jorra pelo meu coração
Sou sua maior escrava
Palpitando sem compaixão…



É uma perda com pouco ganho

Que jorra pelo meu coração
Vazio e atormentado banho
Palpitando sem compaixão…



É um barulho de morte

Que jorra pelo meu coração
É a falta daquela sorte
Palpitando sem compaixão…


07.08.13
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...