BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

terça-feira, 18 de junho de 2013

ENTRELINHAS CALADAS - DUETO ANA COELHO E JESSICA NEVES







Voam as folhas nas brumas
Onde o tempo desce (s)em sombras
Decalques mornos nas margens
Onde a liberdade (in)quieta a verdade…


A palavra interroga as mãos

Num dedilhar prenhe de sentidos
Em que só os gestos sabem expor
A transparência para o quotidiano…



Na janela de água corrente

Os vultos fogem ausentes
Nas entrelinhas caladas
Das telas inacabadas…



Nem um verso tenho 

Para te escrever ou dizer

É no rio salgado que banho
Meus olhos por não te ter…




17.06.13

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...