BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

quinta-feira, 11 de abril de 2013

INVASÃO






















Invadem-me o pensamento
Versos soltos do coração
Será a poesia o alimento
Dum nó que cresce sem razão?

Invade-me o olhar farto, um vasto rio
Serpenteando num labirinto d’emoções
Arrepio mil vezes, o amor morre ao frio
Será que foi mais uma de tantas paixões?!

Invade-me um sussurro em tom de saudade
Des(a)pertando um abraço e um sorriso
Eternas carícias nas asas da liberdade
Acenderiam esta noite qualquer paraíso!

Invades-me noite adentro e levas o sono
Assaltas sem querer, tod’o meu sonho
Em que és o único Homem-menino
Do meu sorriso lavado no olhar cristalino!

Invades-me
E és(-me) tudo
Em cada verso mudo…
Enquanto eu,
Fantasia em corpo de mulher
Sou poeta d’alma fracassada
Esta mistura de ser e não ser
Quase poema, um grande nada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...