BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

terça-feira, 9 de abril de 2013

DUETO TERESA TEIXEIRA E JESSICA NEVES - O SUMO DOS SILÊNCIOS


















Foge-me o vento entre os dedos
Em gomos de rubra romã
Sem querer desnudam-se meus segredos
Cai no pensamento, o tormento do amanhã


Cai-me das mãos o sumo dos silêncios
Que hoje sorvo, em apetites de vermelhos
Temo as sementes, mas mais intenso
É o medo imerso nos espelhos


Que me cristalizam futuros
Por saber.
Que me sinalizam frutos
Por viver.


Que me interpelam a mente
A submergir.
Que me desvelam a quente
O sentir.


Nas dobras de mim, o reverso da medalha
A penumbra nas mãos do poema em sangue lento
De quem sabe Ser, reconhecendo-se migalha
Ou de quem quer ter a eternidade num momento!



08.04.13

Teresa, adorei este nosso entrelaçar de palavras poéticas!
Somos migalhas mas, existimos e a prova disso está neste "Sumo (partilhado) dos silêncios"!

OBRIGADA!
Beijinhos Com Alma e Coração *


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...