BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

terça-feira, 26 de março de 2013

PASSAGEM







(Quero que este poema fique registado
Antes da passagem para o outro lado.
…Não chorem a (minha) partida
Festejem antes, a vida!)






Quando eu passar para o lado

Do silêncio, da sombra e da brisa
Recordem o que de bom foi passado
Com um sorriso suave, que tudo ameniza…

Quando eu passar para o outro lado
Por favor, não vistam a alma de luto!
Deem-me poemas de aroma adocicado
Assaltem as árvores e colham o melhor fruto!

Quero a passagem mais simples e discreta
Levo nas mãos, a alma de poeta
E ao peito, uma rosa vermelha – a minha flor predileta!

Quando eu for “vítima” dessa passagem
Do ciclo natural da vida
Será só mais uma viagem
Mais um ponto de partida!

Partir é chegar
A outro lugar.

NOITE


A noite perfuma a essência que há em mim – os sentidos.


A lua acende-me o olhar cheio de ti, de nós…

O sorriso banha-se em águas calmas até ao morno

adormecer dos olhos.

O son(h)o, esse é poeticamente celestial!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...