BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

sexta-feira, 22 de março de 2013

DUETO TERESA TEIXEIRA E JESSICA NEVES - A LUZ QUE POUSA NOS TEUS OLHOS

















A luz que pousa nos teus olhos
É borboleta sem rota certa:
Ora prende, ora liberta
Os meus olhos de flores a desejar-te.

A luz que pousa nos teus olhos
É o laço que nos aperta
O rio de sol e algodão que cerca
Os meus olhos de mel a namorar-te

E o pouso onde te quero é o meu sonho,
Uma flor por ti aberta
Poesia à descoberta
Duma rima onde ouso perfumar-te.

Ser-te verso num poema risonho

Na boca jamais deserta
Na pele entreaberta
Em perfeita simbiose, arte… 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...