BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

quarta-feira, 13 de março de 2013

DE TERESA TEIXEIRA PARA JESSICA NEVES - DE JESSICA NEVES PARA TERESA TEIXEIRA - POEMAS DEDICADOS

A poetisa e amiga Teresa Teixeira :)

JESSICA!

De repente, Menina,
Entraste vestida de laços
(de alada gratidão)
Nos meus olhos de dissipada memória,
De esquecida poesia,
De distraídos silêncios.
-
Entraste, e aqueceste os orvalhos tardios.
Entraste, e evangelizaste os meus olhos gentios.
Entraste, e de repente uniste os nossos rios
(Douro e Mondego, num destinado (a)mar)...

E eu, em demora intemporal de reconhecer-te Mulher,
Prometo guardar-te, enquanto puder
-
Menina, menina, que nos olhos me traz um sorriso,
na mão uma alma a escrever(-se)
e no peito, um coração passarinho
a voar....
a voar...

                                                                                                    (voa, menina, voa!...)


                                                                                                     Teresa Teixeira


MULHER-D’OURO
(Dedicado a Teresa Teixeira)


Numa era em que as palavras são só palavras e os valores estão desgastados
(Ainda) há uma voz solta do peito
Que (me) faz crer que os sonhos em poemas idealizados
São em tom rubro, de amor-perfeito…



Voz de menina-mulher
Na essência de ser
(E não ser)
O que quiser…

Pitada de inspiração 
Nu(m) olhar emotivo
Cega rima-canção
De quem ama sem motivo…

Douro o rio-poema
Que (es)corre pela mão 
Tesouro-tema
Em versos banhando o coração…

Pela janela da alma
A paisagem veste-se de candura
Palma com palma
O sentimento sem amarras, perdura!

10.03.13
Jessica Neves *



                                                 PORQUE NEM O RIO NOS SEPARA
                                 E AS PALAVRAS SÃO O NOSSO ELO DE LIGAÇÃO...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...