BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

MONÓLOGO A DOIS - DUETO JESSICA NEVES E RICARDO CASTRO ALVES


Neste calafrio escrito que me rasga
Com um pé a meio do precipício

Encontro poemas que a boca engasga
E o ciclo insiste em ser o mesmo desde o início...

Já pressinto
O jeito errante da balada
E o corpo bêbado pelo mar de absinto
Todo d’alma assaltada
Pelo desejo desmedido…

Faço-me farrapo na tua ausência

Caio numa valsa desencantada
Farejo incessantemente a minha essência
Presa a uma taça de vinho tinto embriagada...

Untado pela ânsia do possuir

Preso a um verso da castidade
A um aroma de carne a fluir
E a um olhar que emite o golpe da veleidade
Entre o que naquelas paredes há de omitido…

Não sei que dizer mais de ti

Não ensaiei cântico de despedida
Se um dia te quis ter por aqui
Foi por te conceber minha vida!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...