BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

POEMA A TRÊS MÃOS - JESSICA NEVES, RITA FARIAS E ANA COELHO - TUDO É MOTIVO PARA ESCREVER























Toco palavra a palavra
Com a ponta dos dedos
Pura seda que me (es)corre da alma
E aos poucos, desvenda meus segredos...

Deslizando pela melodia

Meus (des)encantos 
Que sem calma
Me atormentam os medos...

Letra a letra em metamorfose

Rasgo relâmpagos nas costas da noite
Em gotas suadas dentro do olhar
Teclas que me acompanham nas esquinas de luar...


Desde a Primavera até ao Verão
Tudo é motivo para (d)escrever
O embalo do coração, sem razão
Diz que é assim que tem que ser…

Se real ou ilusão
Não tem querer
Mas sim aparecer nas (entre)linhas
Do teu ser,
Despertando a rima
Em nevoeiro cerrado de inverno
Sombrio e frio...


Germinam nos pergaminhos
Mantos amplos de arrepios
Flashes de luz
Onde o poema acende na alma
A (in)certeza que o verbo é inverso
Às linhas da razão!


11.02.13



P.S. Este poema surgiu de um desafio poético e curiosamente, foi declamado em Direto, na passada Segunda-Feira, dia 11 de Fevereiro, na RQC - Rádio Quinta do Conde!
É um gosto enorme ver a poesia partilhada!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...