BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

A ÚNICA NOITE EM QUE EXISTIU AMOR




































Lembras-te daquela noite
Em que me prometeste o céu de mãos dadas com o mar
Em que tudo era luar e paixão e nada havia a temer?
Lembras-te da vontade que tinha de te amarrar
Ao meu peito e gritar o orgulho de te pertencer?

Se há noite que existiu em mim foi essa – a ÚNICA.

Vivemos cada palavra
Amámo-nos a cada promessa
E em cada gesto…


Em que silêncio me (re)encontro?!


As palavras que adormeceram nos teus lábios
Acordaram dentro dos meus olhos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...