BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

PRETO NO BRANCO



Há um grito
Que desponta preto no branco
Entre o silêncio e a revolta
Onde andam à solta
O ódio e o amor
Um verso rude e um poema sem dor…


Há um colo vazio
Umas mãos quaisquer, ocas
Algures, um calafrio
Num arrepio de bocas…



E eu anseio a todo o custo vislumbrar 
Preto no branco, o futuro no presente
Desmaio ao cair do pano por não tocar
Nem um nem outro, simplesmente
Um eco, um grito, um silêncio em chama
Um rumor na penumbra da (nossa) cama…



A corrente que me traz
É a mesma em que tu me levas.
Preciso que vás
Quero conhecer o sabor das trevas!



Calca-me… 
Sopra-me por aí, para l-o-n-g-e!
Odeia-me hoje
E ama-me loucamente
Amanhã… e eternamente!



21.01.13
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...