BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

...A MAIS


A azáfama da multidão
O ruído da cidade, o jeito mesquinho da aldeia
Só veneno no coração
Emaranhado numa grande teia…

N
ão gosto desta gente
Armada em gente boa
Quando simplesmente
Nem cabe na palavra “pessoa”!

Não me enquadro nesta espécie de mundo
De luxúria forjada, sem valores
Ranjo os dentes, respiro fundo
Mas continuo sentindo maus odores!

Tenho a poesia que me vai alimentando
As mãos, os pés, os olhos e a boca
Lentamente, vai-me (desa)sossegando
E soprando longe esta febre louca…

30.12.12
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...