BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

"DENTRO DA PENUMBRA", PEDAÇOS EM PROSA




Há pessoas que necessitam de (muita) atenção e precisam de conversar constantemente, enfim de desabafar. Sou boa ouvinte mas confesso que me cansa, por vezes… Estou tão cheia de mim que me custa ouvir as lamúrias dos outros. Todos precisamos uns dos outros, é certo.
Mas há momentos e momentos. Nem sempre me sinto capaz psicologicamente.
Falta-me disponibilidade e frescura na alma. Falta-me respirar outros ares, sentir liberdade…
Preciso de espaço para mim. Preciso do tempo, que nem sei se existe, mas quero-o todo, devoro o mundo para lá chegar. Podem-me chamar egoísta, talvez seja, por querer o tempo só para mim…
Não me questionem, sou assim!
Somam-se os dias e a rotina.
O cansaço de mim e em mim faz com que a exaustão e a impaciência sejam dois mares que me rodeiam.
Se perguntarem por mim, digam que fui ali e já venho.
Talvez volte (ou não)!

12.12.12


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...