BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

DUETO CARLOS VAL E JESSICA NEVES - ONDE AS CAMÉLIAS SE DESPEM EM GESTOS




 




 












Gela-me o ventre da alma
o meu corpo encolhe-se na tua boca
à procura de um céu inquisidor
feito de (astro)lábios
onde as camélias se despem em gestos
prematuros num manancial de aromas
poeticamente cálidos
como o vinho que saboreio nos teus dedos
feitos de espuma púrpura

em lençóis carcomidos
p
elo tempo ainda vindouro
sedento de nós
de tudo e de nada que nos pertence
como o sol agreste que nasce nos teus cabelos

 
As mãos, o toque, a carne e o desejo
são a fonte do beijo que procuro
do laço infindável que nos une
e desune pela mesma razão
onde o amor e o ódio se tocam, tão perto…
Jamais caberemos num mundo só nosso
porque metade de mim é infinito
e a outra metade está escrita no teu olhar…
…Descobre-me.

03.12.12





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...