BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

domingo, 11 de novembro de 2012

A POESIA QUE HÁ EM TI (*)


 
A poesia que há em ti
Nasce num terno olhar
Anda solta de mão em mão
No sorriso rasgado a tocar
O lugar mais íntimo do coração!

A poesia que há em ti
Bebe o sol e afasta a tempestade
Cultiva genuinamente os afetos
Alimentando laços de cumplicidade
Com os mais silenciosos gestos!

A poesia que há em ti
É feita de sonhos de algodão e perfume
Polvilhada de rosas brancas e jasmim
Não tem vaidade, ódio nem ciúme
Porque o teu jeito genuíno é seres assim!
A poesia que há em ti
Está na superação de cada dificuldade
Na luta diária, no esforço e na dedicação
Em pequenos grandes momentos de felicidade
Ao vencer os objetivos com determinação!

A poesia que há em ti
E em quem deseja o teu bem-estar
Dá-se num aperto sem espaço
Quem te sabe verdadeiramente amar
Vai ao encontro do teu abraço!

A poesia que há em ti
Escreve-se com a palavra diferente
Mas depressa se escreve igual
O fato de seres assim, felizmente
Torna-te uma pessoa especial!

Pseudónimo: Alexandra Vasconcellos

(*) Poema 1 no âmbito da minha participação no XVII Concurso de Poesia da APPACDM Setúbal - Novembro 2012
Tema: "A poesia que há em ti"
Com o objetivo de estimular a actividade criadora e sensibilizar a comunidade para a problemática da deficiência mental
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...