BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

"(CON)TEXTOS D'AMOR", PEDAÇOS EM PROSA (4)


A perda é dolorosa.
Trago um aperto no peito que me desfaz o coração em chuva ácida.
Trago um sabor amargo nos lábios que me ocupa as mãos vazias.
É com os olhos em ferida que encaro o arrepio dos meus dias!
Eu choro, amor… E sem que me ouças, grito bem alto esta ausência de ti!
Sim, é dor! Se soubesses o quanto dói(s) cá dentro.
Se soubesses o que significa não te ter aqui… Deste lado, do meu lado, do nosso lado!
Tu foste… e ficaste (em mim)!
Este sofrimento não terá fim?!
Permaneces.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...