BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

(P)RENDO-ME A TI


Habita-me a lembrança do teu fato
Sou teu laço apertado e tua gravata
(P)rendo-me a ti, jamais desato
Tantas vezes amor nos fere e mata!

Tantas vezes me despes com teu olhar
Tantas vezes és meu sem (me) querer
Um dia, falo-te de amor! Vou-te confessar
Quão é bom amar mesmo a sofrer!

Prende-me a ti teu sorriso doce
(P)rendo-me a ti mesmo a chorar
Quisera eu ter-te na minha posse
P’ra ao teu compasso um tango bailar!

Prende-me a ti a saudade, o desejo
(P)rendo-me a ti, (p)rende-te a mim também
Dá-me a vida toda num só beijo
P’ra que possa voar e (contigo) ser alguém!

05.06.12
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...