BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

QUANDO TE AMEI PELA PRIMEIRA VEZ


Quando te amei pela primeira vez
O mundo era um mar de (a)braço dado à vida, leve
Eternizando o momento num voo de ave, suave…
Ainda te amo e nada se desfez!

Quando te amei pela primeira vez
Senti o perfume das glicínias beijar-me o rosto
Nem foi preciso d’olhos fechados contar até três
Teu sorriso deu-me a mais bela manh
ã de Agosto!

Teu olhar de mel tocou o meu
Minha boca logo se silenciou
O arco-íris acariciou o doce céu
E meu coração se apaixonou!

Quando te amei pela primeira vez
Eu era mar, tu eras terra
Só tu querias atingir o cume da serra
Agora tudo isso se (des)fez:

Somos os dois mar
Somos os dois terra
Atingimos o cume da serra
…Amar é completar!

Lembro-me de tudo:
Das mãos enlaçadas
Do peito a ferver…
Das bocas saciadas
Dos corpos a arder

Do nosso amor a três
Eu, tu e o brilho da lua
Hoje sinto-me (mais) tua
E sei
Que te amo mais do que amei…
Pela primeira vez!

16.06.12
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...