BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

DOU-TE ESTE POEMA (SEM QUERER)



Dou-te este poema amor, (talvez) sem querer
Falo-te do que sinto mesmo sem o saber fazer

Desculpa este modo desajeitado de te escrever
É tão forte e tão imenso este meu (a)mar
Acabo com os olhos num cálice de fogo a arder
Sempre de mão dada com a chuva a chorar

Dou-te este poema amor, (talvez) sem querer
Ao mesmo tempo que trago meu peito a ferver
Quanto mais rasgo tudo o que tenho de ti
Querendo-te longe, tenho-te em mim, aqui

Podes rir… ri desta rapariga desajeitada que te ama
Que te imagina a seu lado partilhando a mesma cama
Que te espera todas as noites de luar e te chama…

Que importa a dor, se estou ou não a sofrer?!
Dou-te este poema amor, (talvez) sem querer.

11.04.2012

CELINE DION – IT’S ALL COMING BACK TO ME NOW
http://www.youtube.com/watch?v=pDxoj-tDDIU&ob=av2e
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...