BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

domingo, 1 de abril de 2012

ENSINA-ME A AMAR(-TE)



Ensina-me
O caminho que tenho que percorrer
Para chegar ao teu abraço
Só assim me sinto completa e mulher
Num aperto sem qualquer espaço

Ensina-me
A pintar-te com os meus lápis de cor
No enlace das mãos em horas vazias
(Re)cheio dum sorriso com licor
Se as noites de sol pecam por tardias

Ensina-me
A ser o teu troféu em tempo atroz
Combatendo em teu corpo cada declive
Entoando um cântico a uma só voz
Demonstrando que o amor (sobre)vive

Ensina-me
A dedilhar versos que nunca leste
Por teus ramos d’árvore de fruto
És o botão de rosa que me veste
Sem ti minha alma ficará de luto

Ensina-me
A correr atrás de ti feita gazela
Para te dar o melhor calor de Verão
Dizer-te ao ouvido que a vida é bela
Sem confundir carinho com paixão

Ensina-me
A renascer a cada derrota
Sem largar a tua mão
Sei que posso mudar de rota
Sem saíres do meu coração
Ensina-me
A acreditar que o amor não tem hora
Não deixes que me precipite
O mais importante é (o) agora
E hoje o amor não tem limite
Ensina-me
A amar-te pelo que és
Fascina-me
Amar-te da cabeça aos pés!
30.03.2012
TRIBALISTAS – VELHA INFÂNCIA
http://www.youtube.com/watch?v=MYssCy_8J3I

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...