BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

quinta-feira, 15 de março de 2012

VERSOS DA ALMA


Cresce leve a poesia
Como alimento da alma
Poeta em plena euforia
Sempre se renova e se acalma

Vozes loucas brotam do peito
Ditam os olhos rasgados à razão
Farejando o poema perfeito
Cada verso rasga a palma da mão
O que jaz além do pensamento?!
Entre breves pedaços de amor
Escrevo e só me fragmento
Me divido entre o prazer e a dor
Tento evitar qualquer sofrimento
Tão longe está o sol, escasso é o calor!
15.03.2012
JOÃO PEDRO PAIS - UM RESTO DE TUDO
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...