BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

EM PAPEL VEGETAL


Tu, lápis que cospes pelo meu corpo maquilhagem
És meu borralho no mapa distorcido em farrapos
Nas tuas grossas vestes despe-me longa miragem
Meus olhos retalhados morrem (des)feitos papos

No contra-ataque do suor que me corre nas veias
Enfrento pelas frestas da janela o meu esqueleto
Entre minha alma de elástico em profundas teias
Trago as mãos entrelaçadas em busca do amuleto

Em papel vegetal trespassam-me ventos e moinhos
Cresce no cárcere da boca a sede dum verbo derrotado
Rebenta a borracha esborratam-se meus caminhos
Não consigo dizer mais deste quadro mudo inacabado.
30.01.12

SIMONE DE OLIVEIRA – SOL DE INVERNO
http://www.youtube.com/watch?v=HsAbEjCh8oU
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...