BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

ECOS DUM SILÊNCIO


Um dia, o fantasma me assombrou
Repetindo “Quem és?” “Quem és?”
Quem sou? Quem sou?
Só sei ser alma da cabeça aos pés

Sou o eco dum silêncio
Que grita (pro)fundo bem alto
Quem sou? Quem sou?
Se o ar me sufocou
Se me cubro de asfalto

Sou poço de gaguez temida
Entre angústia das horas vagas
Sou a lacuna breve sofrida
Do que escrevo atrás do que apagas

Sou saturação em estado líquido
Que das gotas alimento a gula
Sou corpo ausente dolorido
Se em falta tenho a medula

Sou vento moribundo que passa
Que tem fome alastrada pela traça
Sou os contornos baços da tempestade
Quem sou? Quem sou?
Um dia, o fantasma me assombrou
Sem querer, disse-lhe a verdade!

22.11.11

ALEXANDRA BURKE - THE SILENCE-> https://www.youtube.com/watch?v=xyWEqPhyXuk
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...