BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

ATÉ... NUNCA











Hoje vou escrever
Até que as árvores se abatam
Até que o céu caia nas masmorras do inferno
Até que a lua adormeça e acorde assustada
Até que o sol me cegue a razão
Até que a viola resmungue e fique muda
Até que o vento perca o fôlego de tanto soprar
Até que o mundo morra e renasça

Hoje vou escrever
Até a mágoa me romper o coração
Até não me sentir nada
E me sentir alguém ao mesmo tempo

Hoje vou escrever
Até que as cadeiras ganhem asas
E fujam até não poder mais
Até que o diabo se arrepie
Até desgastar as palmas das mãos
Até ficarem arduamente feridas

Hoje vou escrever descalça
Até que os espinhos das rosas me atinjam
Até que os pingos da chuva me magoem

Hoje vou escrever
Até que o cérebro me belisque
Até que as pestanas exaustas caiam
Até enlouquecer
Até trocar os pés para chegar ao paraíso

Porque se não escrever
A alma vai gritar e vai doer
E eu não quero de modo algum
Sofrer
Por isso, escrevo!

29.09.2011

PAPA ROACH - NO MATTER WHAT -> http://www.youtube.com/watch?v=KH2_8phi8Q8
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...