BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

COMO O TEMPO

Neste momento
Estou como o tempo
Mole e aborrecido
Hoje não está sol
Parece que se esqueceu
Ou então está escondido...
O tempo escureceu
O meu olhar está como o céu
A querer chover
Ao que tudo indica
É mesmo isso que vai acontecer...

E é isso que acontece, chove...
Estou tão frágil
Que até o tempo me comove...
Não gosto do tempo assim
A tristeza apodera-se de mim
A chuva desgasta-me
A alegria afasta-me
E fico no meu canto
Triste
Sem qualquer encanto
Só a tristeza persiste.

02.09.2011
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...