BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

O CIDADÃO PORTUGUÊS

Barcelona, Abril 2011

O cidadão português
É pior que o chinês
Deixa tudo para a última da hora
E depois pensa: “e agora?”

O cidadão português
É pior que o irlandês
Inventa mil e uma desculpas
Quando ele é que tem as culpas!

O cidadão português
É pior que o escocês
Começa aos “ais”
Quando vê que é tarde demais!

O cidadão português
É pior que o inglês
Anda de papo cheio
Ainda o mês não vai a meio

Já não tem nada
Que vida azarada!

O cidadão português
É pior que o tailandês
É muito preguiçoso
E como se não bastasse preconceituoso!

O cidadão português
É pior que o holandês
É um ser conformado
Com essa mentalidade
Nunca vai a nenhum lado!

O cidadão português
É pior que um gato maltês
Pensa que é muito esperto
E está sempre certo
E no fim
Não é nada assim!

O cidadão português
É pior que o finlandês
Anda sempre agarrado à tecnologia
Tanto de noite como de dia!

O cidadão português
É o pior que o mundo fez
Existem portugueses
Dez milhões de vezes!

O português é um cidadão
Que não tem termo de comparação
Não fosse isto tudo verdade
Ele não é melhor nem pior
Que todos os outros, na realidade!

24.07.2011

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...