BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

PRISIONEIRA DE TI



De traços doces
Assim queria que fosses
E não és
Jamais me renderei a teus pés

Sinto um enorme vazio
Dentro de mim
Que não tem fim
Por seres tão frio

Quero correr o perigo
De me libertar de ti
Quero ver se consigo
Fugir do pé de ti
 
Porque é que eu te chamo
Quando não estás
Porque é que eu te amo
e esqueço o que a tua frieza me faz?

O momento tudo traz
Guardo as coisas más
Não consigo ter-te comigo
Nem sequer como amigo.

30.07.2011
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...