BEM-VINDO(A) AO BLOG DE JESSICA NEVES *





(ÉS O MEU) LIVRO ABERTO

Desfolho-te como seda
Coberta de lantejoulas
Afasto a cortina lentamente
Pedaço a pedaço
Que bom é ler-te
Entre o jardim banhado em mel
E a cascata desnudada
No horizonte da tua sombra
Aragem perfumada de canela
Com pitada de pimenta
Ler-te é cegamente
Aquilo que me alimenta
Nas entranhas do meu ser.

25.09.2011











Aprecie as pequenas coisas da vida. São as mais belas e as mais intensas. Lembre-se que essas são as melhores.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

FATIAS DE MELÃO

 
"A Lua"
 
"Um barco"
"Um sorriso"

 
"Os lábios"



"Boca triste"


"Uma flor"












Uma fatia de melão
A lua quarto crescente
Várias fatias sobrepostas
Uma flor inocente

Uma fatia de melão
Um barco elegante
Se mudar de posição
Fica lua quarto minguante

E tu dizes que estou louca
Mas dois quartos de lua
Não fazem só a minha boca
Fazem também a tua

Uma fatia de melão
Um sorriso aberto
Dois lábios de paixão
Duas fatias perto

Uma fatia de melão
Uma boca triste
Será dor no coração?
A dúvida persiste.

21.10.11


PEDRA FILOSOFAL - MANUEL FREIRE 
                                               http://www.youtube.com/watch?v=iqUI5NyDJmQ


domingo, 30 de outubro de 2011

UM POEMA TRISTE



O lápis de carvão rabisca
Gotas do céu devastado
A solidão o olho pisca
Deixando o rosto inundado

Deixando o rosto inundado
A gota do céu insistiu
Não voou para outro lado
Continuou e progrediu

Continuou e progrediu
Até que o rosto abalou
Nunca mais sorriu
O coração quebrou

O coração quebrou
Encharcado em água
Ninguém mais o colou
Com tanta mágoa.


28.10.11

BEYONCÉ - LISTEN
à http://www.youtube.com/watch?v=6MFjSOwIkH4&feature=related

sábado, 29 de outubro de 2011

COMO FERNANDO PESSOA - VIVA O POETA


Sinto-me como Fernando Pessoa
À procura de ser alguém
Na vida caminho à toa
Procurando algo que não vem

Oh, dor da realidade
Presente é melancolia
Impossível é a felicidade
Atingi-la é fantasia!

*********************************************************************************

Identifico-me com Fernando Pessoa
Nas asas da escrita o poeta voa
Quer ir mais além
Quer ser o que lhe convém
Quer e sente o que não tem

Da infância tem saudade
Pesadelo é a felicidade
Que lhe escapa entre a mão
Mas a sua arte
Aqui e em toda a parte
Enche-nos o coração

VIVA O GRANDE POETA, FERNANDO PESSOA!
P.S. Adoro e ando a dar Fernando Pesso Ortónimo :)

27.10.11

POESIA DE FERNANDO PESSOA ORTÓNIMO:
FERNANDO PESSOA POR JOÃO VILLARET – ISTO
->
http://www.youtube.com/watch?v=jPwK86UgsWs&feature=related

FERNANDO PESSOA POR JOÃO VILLARET – ELA CANTA, POBRE CEIFEIRA
->
http://www.youtube.com/watch?v=O991hG64HZA

FERNANDO PESSOA POR JOÃO VILLARET - AUTOPSICOGRAFIA
->
http://www.youtube.com/watch?v=jCqCyTUTtyY&feature=related

FERNANDO PESSOA POR JOÃO VILLARET – GATO QUE BRINCAS NA RUA
->
http://www.youtube.com/watch?v=dqJ-lOMworE&feature=related


sexta-feira, 28 de outubro de 2011

VIDA DE ANSIEDADE



De ansiedade vivo
De ansiedade morro
De ansiedade sobrevivo
Num grito de socorro

E se há coisa que me ultrapassa
É sempre que tento agarrar a vida
Ela tão perto, passa
Como se não a tivesse
Como garantida!

26.10.11

ANTÓNIO VARIAÇÕES - ESTOU ALÉM
-> http://www.youtube.com/watch?v=mADiz_vn0RQ

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

ETERNAMENTE TUA



Subitamente apoderou-se a lembrança dos bons momentos. Tocou-me forte a saudade.
Faltava-me um passo para chegar à coragem. Até que a agarrei. Desafio superado.
Peguei no telemóvel. Tinha apagado o teu número e todas as bugigangas que me tinhas oferecido. Pensando eu, estupidamente, que superava assim o sentimento que em mim habitava. Obviamente, as recordações ninguém apaga.
O teu número continuava gravado, não no meu telemóvel, mas na minha cabeça.
Resisti até conseguir. Enquanto fui forte aguentei, ou pelo menos tentei. Mas a minha força interior, se é que alguma vez a tive, desabou. Essa força perdera-a o guerreiro na luta.
Eis que num sopro podia ser tarde e porquê acabar assim? Sem uma palavra, um afecto, que tão bem sabe, ainda mais à violenta distância que nos separa e tanto dói.
Ora, o meu orgulho caiu por terra como barco sem fôlego para remar.
E se me rendi a ti foi pouco. Estiquei a corda que me prendia os movimentos e trouxe-te até mim.
E de tão longe, tão perto que estavas ao fogo da atracção do meu desejo.
Gelava a minha pele ao contacto das teclas enquanto marcava o teu número.
O meu corpo deslocou-se para a tua atmosfera. Deu sinal de chamada, tocou, tocou…
A espera não me matava pois tinha a certeza que ias atender. Desejavas tão ou mais que eu aquele telefonema. Mas reparto esse desejo pelos dois, como sempre reparti os lençóis.
E por longos instantes, a distância que nos afastava foi nula. O encontro do sussurro da tua voz ao meu ouvido ao compasso da palavra amor era tudo o que queria sentir vindo da tua boca, que me invadiu o mais íntimo pedaço do coração que só a ti pertence. Se me aceleraste o batimento cardíaco e desligaste de imediato foi o menos significante.
E se me calo é porque te amo e te respeito.
Espero que exista força maior para te trazer de volta do que o motivo que te levou para longe do nosso conforto.
Escusado será dizer que estou a sofrer, mas o mais importante é o teu bem-estar.
Saber que permaneces aí desse lado, quem sabe a ler aquilo que escrevo, deixa-me
os olhos lavados a querer desabrochar as mais puras e sábias ondas do teu mar solto ao calor da tempestade.
Mesmo que o destino nos cegue a razão e a chuva nos ouse apedrejar, lembra-te que num rasgo de sol contemplarei sempre o nosso amor em céu aberto.
Amar-te é apenas uma palavra que em mim começa e em ti acaba.
Se é que alguma vez lhe poderei chamar fim.
Termino como sempre serei:
ETERNAMENTE, TUA.

26.10.11

CELINE DION – TO LOVE YOU MORE (TRADUÇÃO)
-> http://www.youtube.com/watch?v=Vc_MhnrBo-8

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

CATÁSTROFE NATURAL


Deixa-me que te foque
Sossega embebido pelo odor matinal
Dispo-te sem que te toque
Ao encanto da catástrofe natural

Que delire a gravata lavada
Ao espelho da minha fantasia
Que se desfaça a camisa talhada
Em lascas de madeira
Que humedeçam os meus lábios
Pelo teu tronco como trepadeira

Que o cinto se destrua
Entre meras labaredas
Que as calças perfurem o tecido
E se agitem em carne viva
Que a minha carne seja a tua
Que os sapatos se desatem
E as meias voem noutra perspectiva

Que a mais genuína intimidade
Se expresse e se solte
Entre arrepios de liberdade
Grite o mar e se revolte

Agora sim,
Sinto-me capaz de te amar
Para lá do horizonte
Até que te possa completar
Como a água completa a fonte.


25.10.11

NIGHTWISH – THE PHANTOM OF OPERA
-> http://www.youtube.com/watch?v=i5SUSmedMm8

terça-feira, 25 de outubro de 2011

TRISTE SOLIDÃO


Lar de Idosos - Setúbal, Agosto 2011

Solidão
Estar só no meio da multidão
Não ter uma companhia
Para partilhar o dia-a-dia

Solidão é estar vazio
É um poço sem fundo
É um lugar frio
No nosso mundo

A pessoa que vive na solidão
Só precisa de uma palavra
De uma mão amiga
De um pouco de atenção

A pessoa que vive na solidão
É dona de um triste coração
Precisa de alguém no seu caminho
Que lhe dê um pouco de carinho

Não me custa estender a mão
A alguém que vive na solidão
O meu coração diz
Que se a pessoa esboçar um sorriso
É só o que preciso
Para me sentir feliz

                                              06.09.2011

LAURA PAUSINI - LA SOLITUDINE
-> http://www.youtube.com/watch?v=0V8sa05zExI

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

FRAGILIDADE TRANSPARENTE




Sou uma lente de contacto
Tocada por qualquer tacto
Movo-me pelo vento
E pela fragilidade do momento

Sou uma leve pena
Muito, muito pequena
Que ao olhar para trás
Aos poucos se desfaz

Sou vidro quebrado transparente
Sou água pura da nascente
Sou uma lágrima nua
Que se rege
Pelo brilho da Lua.


16.10.2011

JORGE PALMA – FRÁGIL
-> http://www.youtube.com/watch?v=Cl7T6u01NsM&feature=related

domingo, 23 de outubro de 2011

ESTENDI OS BRAÇOS AO MUNDO



Pela noite vadia
Soltei num sopro o coração
Estendi os braços ao mundo
Mandei fora o cadeado
Abri o peito à paixão

Estendi os braços ao mundo
E abracei-te.

A água poluída tornou-se límpida de encanto
O barco parado remou ao infinito
O pião rodopiou vezes sem conta

Estendi os braços ao mundo
E abracei-te.

A guerra rendeu-se à paz
A solidão virou companhia
A noite era mais do que o arco-íris
A caneta era mais do que a tinta entornada

A palavra amor foi pouco para o muito que somos.

Estendi os braços ao mundo
E abracei-te
Sem largar mais.
19.10.11

SARAH MCLACHLAN AND JOSH GROBAN – IN THE ARMS OF THE ANGEL
à http://www.youtube.com/watch?v=zZHrbjhwKik

sábado, 22 de outubro de 2011

RASCUNHOS ENVENENADOS


No silêncio da noite, ao som da tua música preferida quero deixar-te uns rascunhos que me destroem.
Não imaginas o quanto a tua ausência me derruba interiormente.
Perdi a conta aos segundos, aos minutos, às horas, aos meses, aos anos, enfim, ao tempo que a lua nos separou o olhar. O olhar que nos distinguia dos outros casais, éramos um todo num olhar sem sequer a nossa boca se pronunciar.
O nosso diário às páginas tantas ficou rasurado. Porquê? Diz-me!
As lágrimas, essas ficam enjauladas sempre que abalo. Retomo-as no regresso a casa como injecção para descansar. Oh, descanso quem me dera! É só uma espécie de motivação…
É a almofada molhada quem me acolhe todas as noites, onde colo o rosto devastado e enxugo a alma seca.
Os dias, esses já lá vão sem remédio. Nem tenho noção se têm vinte e quatro horas ou muitas mais.
Choro amargamente num sorriso sufocante.
Preciso mais de ti do que a vida precisa da água. Preciso mais de ti do que da minha própria vida. Eu sou nada.
Os teus retratos, os teus esboços valem menos que zero.
Anseio a tua presença física que tarda… E não vem.
Sinto-me prisioneira do teu corpo.
Morro num grito de paixão. Solto as rédeas ao coração.
Ainda tenho um frasco de veneno na mesa de cabeceira. Talvez por pouco tempo.

A música parou de tocar.
Alguém apagou a luz.
Bocejou, adormeceu.

E não mais acordou.

21.10.11

PINK – DEAR MR PRESIDENT
à http://www.youtube.com/watch?v=Q56pHCGrlc4

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

COBERTOS DE NEVE



Embriagados em chamas fugazes
Desinibidos e desnudados
Gritam doces flocos de neve
Cobertos e suados
Atados por um fio
Que levemente serpenteia
Como a foz do rio
Quebrada numa noite de ceia
Desencadeando prazeres
Sensações, emoções
Entre dois seres
Entregues, rendidos
Esquecidos de si
Nunca perdidos
Encontrados
Em cada canto
Um do outro.

26.09.2011

ANA CAROLINA E SEU JORGE – É ISSO AÍ
à http://www.youtube.com/watch?v=STVAAPAo7B0

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

O MUNDO NUM PEPINO














Peguei num pepino
Olhei-o até ao fundo
Observei o mundo
Vi como era pequenino

Revestido de verde
Mantive a esperança
Que matasse a sede
E trouxesse perseverança

O que mais me encanta
É cada rodela branca
Que traz a paz
E leva as coisas más

Cada rodela enfeitada
No meio da salada
Dá ao mundo a vida
Numa tela repartida

O mundo gira
A rodela abre
O poeta admira
Aquilo que sabe.

19.10.11

MICHAEL JACKSON – HEAL THE WORLD
à http://www.youtube.com/watch?v=nTzM4flKFKE

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

FARRAPOS DE MIM


O sol trocou de nome
O brilho virou escuro
O dia era só noite

As minhas células desmembraram-se
Os fios de cabelo desnudaram-me a nuca

A parede abateu-se sobre mim
As ruínas destroçaram-me
Batendo fortemente no solo
Os rios desaguaram em picotado
A corrente levou-me para além

Só dei conta quando jazia inundada
Dolorosa de tão esfarrapada
Eu queria sentir
Mas permanecia magoada
Já não sentia nada

O guerreiro perdeu as armas
O traje desfez-se
Eram só,
Farrapos

Dispersos no chão.

17.10.11

LINKIN PARK - ROLLING IN THE DEEP
-> http://www.youtube.com/watch?v=dHtwZ07N1ic&ob=av2e

terça-feira, 18 de outubro de 2011

SILHUETA PERFEITA


Admirei-te pelas frestas da janela
Eras dona de uma pose altiva
Transportavas uma tremenda sensualidade
Os teus cabelos louros ondulados pelos ombros
Reflectindo a chama do sol
Enalteciam a tua grandiosa beleza
O teu olhar cativante da cor dos campos
Respirava uma pureza nunca antes vista
Os teus lábios acesos encarnados
Vivos como o sangue que me despertaste
Entornavam o verniz sobre os teus dedos
Delicados e finos enfeitados com um anel
De ouro quebrado e brilho de mel
A tua pele era tão clara
Como a transparência que te caracterizava

Encantou-me a tua simplicidade
Os meus olhos desceram enfeitiçados
Concentrei-me na tua sedução
De contornos bem definidos de alto a baixo

Exibias uma silhueta perfeita
Caía sobre ti um curto vestido preto vistoso
Abrilhantado com lantejoulas sobre o peito
Realçando as tuas belas formas
Fazendo sobressair os teus sublimes seios

O meu coração agitava-se
Ao compasso que te contemplava
Oh, como estavas irresistível minha bailarina

Imaginei-me a teu lado dançando,
Rodopiando na tua pista
Visualizei em ti a minha cara-metade
Mas não me descosi
Sou cavalheiro, beijei-te a mão
Guardei-te para mim
Elevando-te na minha memória.

16.10.11

DIRTY DANCING – TIME OF MY LIFE
à http://www.youtube.com/watch?v=WpmILPAcRQo

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

APERTOS DE SAUDADE


A saudade decalca-me a mão
A paixão escapa-se entre os dedos
Entre o amor e a paixão
Escondem-se pequenos segredos

As mãos entrelaço
Para que se vá embora a saudade
Num doce abraço
Aperto a felicidade

Alterno os contornos
Entre abraços
Frios e mornos
Saborosos pedaços
Da amarga realidade
Que não me traz o que quero
Só me traz a saudade.

14.10.11

WANESSA CAMARGO – TANTA SAUDADEà http://www.youtube.com/watch?v=5_pEJMNqLzI

domingo, 16 de outubro de 2011

NOTAS MUSICAIS


Juntei a Clave de Sol
Às notas musicais
Formei uma melodia
Para levar aos festivais

Ao pensar em ti
E em darmos o nó
Resolvi iniciar com a nota “Si”
E terminar com a nota “Dó”

Queria-te tanto aqui
Mas não estavas cá
Então à nota “Mi”
Fui obrigada a unir o “Lá”

Faltava a nota “Fá”
Para a canção não ficar má
Como o tempo estava mole
Adicionei também o “Sol”

Ainda consegui juntar o “Ré”
E pôr todos a aplaudir de pé
Consegui ganhar os festivais
Com a junção das notas musicais!

12.10.11

THE GIFT - MUSIC
-> http://www.youtube.com/watch?v=Ry48Pfwlqck

sábado, 15 de outubro de 2011

EM CADA VÉRTEBRA


Residias ao meu colo
Voltada para a frente
Quando te aprisionei
De forma avassaladora
Encostei suavemente a face
Às tuas belas costas
Senti a tua respiração forte
Dentro do meu coração
E cobri-te com a chama
Que transbordava do meu peito
Estendi os meus lábios meigos
Por cada recanto teu
E amei-te

Amei-te em cada vértebra.

28.09.2011

AMOR ELECTRO – A MÁQUINA
à http://www.youtube.com/watch?v=aoZJiQ0cjik

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

SOU EU


Caminho sem destino
Neste mundo libertino
Sou moça de paixões
De quereres e devoções

Em termos de personalidade
O que sou ao certo
Não sei o que dizer, na verdade
Penso ainda não ter descoberto

E esta sou eu
Escrevo sobre tudo
De tudo o que é meu
Falo ou mudo

No mesmo instante
Sou regular e inconstante
Não encaixo nenhuma peça
Mas na poesia
Hoje em dia
O que é que isso interessa?

São as palavras que me movem
Só os sentimentos me comovem
Se escrevo ou não sem sentido
Pouco ou nada importa
A poesia bate-me à porta
Nunca é tempo perdido!

13.10.11

BRYAN ADAMS – HERE I AM
à http://www.youtube.com/watch?v=G6xr6VKg7sE

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

NA TUA AUSÊNCIA


Procurei-te
Entre as pontas soltas do nosso diário
Entre os búzios escondidos soltando o mar
Entre os sinais interditos pelo teu cadeado

Procurei
E não te encontrei.

Procurei-te
Na tela vazia colorindo o pincel com o teu retrato
Nos detalhes do mapa sem destino traçado
Num pedaço do puzzle de peças desmanchadas

Procurei
E não te encontrei.

Procurei-te
Entre as horas vagas dos ponteiros agitados
Entre a silhueta despida à luz da perfeição
Entre o silêncio ameno da nossa melodia

Procurei
E não te encontrei.

Desvaneci.
12.10.11

ADELE – DON’T YOU REMEMBERà http://www.youtube.com/watch?v=USuEgbU4Sn4

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

NINGUÉM COMO TU


Já vi uma régua medir ao milímetro cada canto do mundo
Já vi uma pedra desfeita transformar-se em migalhas de pão
Já vi a terra girar sobre si mesma em apenas um segundo
Já vi a fada madrinha quebrar o feitiço sem a varinha de condão
Já vi um guerreiro combater sem espada
Já vi o inferno ser melhor que o céu
Já vi alguém com as mãos cheias sem ter nada
Já vi um inocente ser preso por um crime que não cometeu
Já vi o árbitro marcar falta sem usar o apito
Já vi que o paraíso afinal não é nenhum mito

E já vi tanta gente meu bem,
Mas uma pessoa como tu
Nunca vi ninguém!

07.10.11

LAURA PAUSINI – INCANCELLABILE
àhttp://www.youtube.com/watch?v=I7iR0xfc8CI

terça-feira, 11 de outubro de 2011

MELODIA NO MESMO TOM


Mergulhada no intenso sabor
Cresce a doce semente
Brota a genuína flor
Explode a lava ardente
Afastada da tempestade
Dois poços de prazer
Entre gritos de liberdade
Completos num só ser
Arranham-se de paixão
Possuídos e embalados
Por uma única melodia
Tocada no mesmo tom
Onde a noite se esquece do dia
Onde se ouve o mesmo som

06.10.11

MY CHEMICAL ROMANCE - SING
à http://www.youtube.com/watch?v=hTgnDLWeeaM&ob=av2e

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

A LUZ DO CANDEEIRO


A luz do candeeiro incendiava-me
Cegava-me o semblante carregado e pálido
As pestanas desvaneciam sufocadas
As sobrancelhas já nem respiravam
Os lábios secos esqueceram a cor
As orelhas tombaram moucas
O nariz já nem farejava

A luz do candeeiro incendiava-me o corpo
Quebrava o ouro das minhas mãos
Destruídas em meras cinzas
Os pés enchiam-se de papos
A pele era neve derrotada
Perdida sem contornos

A luz do candeeiro incendiava-me a alma
Os neurónios escaldavam
O cérebro rebentava

Os meus olhos inchavam cansados

Mas eu continuava a contemplar aquela luz

Porque transpirava emoção.
09.10.11

SHINE – MR BIG
à http://www.youtube.com/watch?v=AClxnJa4J-Q

domingo, 9 de outubro de 2011

STRESS

Numa maçã fiz seis cortes
Depois de a cortar
Dei três dentadas fortes
Tudo porque estava a stressar
E em alguma coisa tinha de me vingar

Estava mesmo à rasca
Que até a comi com casca
Não consegui comer aos bocadinhos
Quase comi o caroço
De tanto lhe trincar o pescoço
Coitados dos meus dentinhos

Dei trincas e trincas na maçã
Tudo porque estava stressada
Não conseguia pensar em mais nada
Só conseguia pensar no amanhã!

08.10.11













MAÇÃ O MAÇÃ – VÍDEO DE HUMOR
->
http://www.youtube.com/watch?v=L1UhZRwMV_M

sábado, 8 de outubro de 2011

PRECISO DE TI



Preciso de ti
Como o peixe precisa do aquário
Como a fada precisa da varinha de condão
Como as palavras precisam do dicionário
Como a alma precisa do coração

Preciso de ti
Como o inverno precisa do frio
Como o jardim precisa das flores
Como a foz precisa do rio
Como o arco-íris precisa das sete cores

Preciso de ti
Como do sangue que me corre nas veias
Como a natureza precisa dos animais
Como a aranha precisa das teias
Como a bicicleta precisa dos pedais

Preciso de ti
Como as ondas precisam do mar
Como a noite precisa do luar
Como a areia precisa do deserto
Preciso de ti
P’ra que o errado dê certo

05.10.11
REEVE CARNEY – RISE ABOVE 1 FT.
BONO, THE EDGE
 ->
http://www.youtube.com/watch?v=PomErClAIFk

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

OSCILAÇÕES



Flutuo entre o núcleo das tuas células
E a distância amarga do teu peito
Solto gritos derramados em sangue
Aperto-te contra a ausência que me veste
Quebro o espelho que te suporta
Indiferente ao teu contacto
Aniquilo-me com o teu pólen
Do doce veneno que me suga
Purificando o nosso cromossoma
Que mantém a raiz
Presa ao meu leito
Descodificando o meu organismo
Dividido em duas parcelas
Que se atraem e se repelem
Que se veneram e não se contêm

06.10.11


NOTA: Este poema foi escrito numa aula de Psicologia onde foi abordado o tema da Genética, daí alguns conceitos utilizados (coloridos a vermelho) se relacionarem não só com esse assunto, mas também com a Psicologia (por exemplo: “o espelho”; “contacto”).

Nada na vida acontece por acaso.

MR BIG - ALL THE WAY UP - http://www.youtube.com/watch?v=kf9BjAVmPGU

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

ONDE ESTÁS?

Quadro pintado por Inês Couceiro :)

Meu amor,
Porque não vens acender a luz onde te invento?
Porque já não bebes da minha água?
Porque não vens dar ao meu coração outro alento?
Porque não me vens tirar toda a mágoa?

Meu amor,
Porque já não te declaras com cartas apaixonadas?
Porque já não me calas com um beijo afogado?
Porque já não me despes com palavras ousadas?
Porque não vens reatar a chama do passado?

Meu amor, não te peço mais
Do que o céu aberto em noites sombrias
Do que um raio de sol ofuscando a tempestade
Do que o teu horizonte iluminando os meus dias
Não te peço mais do que os meus olhos vêem
Além da melancólica realidade

Não te peço nada demais
Aliás, coisas banais
Comparadas com o teu encanto
Meu amor,
Podes dar-me tanto!
05.10.11

LADY ANTEBELLUM - NEED YOU NOW
-> http://www.youtube.com/watch?v=1OfsZyYPLoI&ob=av2e

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

ÁRVORE NUA


Caía a noite
Quando te decidi despir
Tinha o enorme desejo
De nua te possuir

Acariciei as tuas folhas amachucadas
Depressa se tornaram agitadas
Não resisti, continuei
Do teu tronco macio
Me apoderei
Cobrindo-o com o meu
Para que não tivesses frio

De ti
Minha árvore
O fruto mais saboroso
Colhi

Arredei as folhas leves
E deixei os meus lábios percorrerem
Os teus ramos robustos
Comparando-os a uma estrada
Traçada ao pormenor
Onde fiz uma longa caminhada
E retirei o sabor melhor

Amei possuir-te
Minha árvore nua
Nesta noite onde só existia
Eu, Tu e a Lua.

04.10.11

PARACHUTE - KISS ME SLOWLY -> http://www.youtube.com/watch?v=F7RbBB-lT5o

terça-feira, 4 de outubro de 2011

GIRASSÓIS


Calada
A escuridão semeou diamantes

E de repente
Brotaram-me girassóis do peito
Encontrava-me ladeada por um imenso jardim

E sem entender nem questionar
Porquê

Simplesmente
Sorri

Em silêncio

Estupefacta

Encantada!

29.09.2011

LADY GAGA - THE EDGE OF GLORY -> http://www.youtube.com/watch?v=QeWBS0JBNzQ&ob=av2e

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

NINGUÉM



Fugi das pedras da calçada
Que me atormentavam
Escondi-me da sombra
Que me perseguia
Em plena correria
Quase tropecei

Avistei além da janela pelas frestas
Depressa baixei a persiana
Passei ao lado do escuro do dia
Virei as costas à passagem de nível
Fechei a porta à coragem
E não consegui dar o salto
Para a outra margem

Eu não estava despida
E enquanto assim fosse
Nunca seria capaz
De beber da vida

E eu só precisava de um verso
Para completar o poema
E não consegui sequer
Tentar
Escrever

01.10.2011

THE FRAY - HOW TO SAVE A LIFE -> http://www.youtube.com/watch?v=cjVQ36NhbMk&ob=av2n

domingo, 2 de outubro de 2011

LABAREDAS

Nazaré - Agosto 2011

Toco-te pela suave brisa
Que inspiro e expiro ao amanhecer
Como a paisagem ameniza
Embrulho-me em laços
Genuínos pedaços
Do teu maravilhoso ser

Palpita o teu corpo
Arranha-me a saudade
Ardo em labaredas
Arruína-me a alma rasgada
Eu não te possuo
Não tenho nada mais
Do que as mãos vazias
Um sufoco no peito
O arrepio dos meus dias

Mantenho a esperança
Que o pôr-do-sol te traga
Não te quero só como lembrança
Que o meu coração não apaga.

30.09.2011

BUSH - INFLATABLE -> http://www.youtube.com/watch?v=R6Zemfh9dXA

sábado, 1 de outubro de 2011

OH, QUEM ME DERA

 










 



Quem me dera
Ser só um gomo da laranja
Que reparte o sumo
Por cada canto do teus lábios
Quem me dera
Ser só um pedaço do teu rio
Para lavar a minha face
Nos teus lábios doces
Quem me dera
Ser só a sede que te inunda
Para que me bebas
Incessantemente
Quem me dera
Ser só a tua almofada
Onde poisas o rosto
Todas as noites ao deitar
Quem me dera
Ser só um passarinho
De bico pontiagudo
Só para chegar depressa
Ao encontro do teu
Quem me dera
Ser só um rouxinol
Para te cantarolar
Baixinho ao ouvido
Uma melodia sem fim

Oh, quem me dera…
Ser tanto
E sou tão pouco!

28.09.2011

INCUBUS - PROMISES, PROMISES -> http://www.youtube.com/watch?v=yExPBSDnbU8
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...